Escravos do Mundo Livre

Esteta ou Asceta? Nada disso, no fundo: Divagações de um pateta...

sábado, 22 de junho de 2013

E como um deus que não se vence nunca

HD pifado, ourocaps, fim de semestre, vidinhas, pé na cova, bar do gu, overdose de BBOM, pneus furados, bohemias, rotina, face, moveis coloniais de acaju, brahmas, id...

id

id

eu

super eu

O beijo meu
vem com melado decorado cor de rosa
O sonho seu
vem dos lugares mais distantes terras dos gigantes
Super Homem, super mosca, Super Carioca, super eu, super eu ...

E quanto ao que você me disse
Eu me lembro sorrindo
Vendo você tão séria
Tentar me enquadrar, se sou isso
Ou se sou aquilo
E acabar indignada, me achando totalmente impossível
E talvez seja apenas isso:
Chovendo por dentro
Impossível por fora
Eu me lembro de você descontrolada
Tentando se explicar
Como é que a gente pode ser tanta coisa indefinível
Tanta coisa diferente
Sem saber que a beleza de tudo
É a certeza de nada
E que o talvez torne a vida um pouco mais atraente

Hoje tem aniverssario da Maria Clara em JF, tem cerveja gelada na esquina pra curar o mal. Tem planos de BBbum? rs Tem pensamentos que me levarão ao encontro dela...

Salve Mautner, salve as passeatas, que a mudança nos leve para o Belo... Que eu me encontre em algum lugar... Salve Heráclito, Borges, Ney Matogrosso, Mussum e Zacarias, 

0 Comments:

Postar um comentário

A verdade dói, mas quem sabe eu ñ sou masoquista? Diz aí:

Links to this post:

Criar um link

<< Home